7 de Abril, 2017

A Associação Portuguesa de Bancos (APB) e a Junior Achievement Portugal celebraram uma parceria que permitirá levar a mais de mil alunos do ensino básico e secundário ações de Educação Financeira, destinadas a contribuir para o reforço dos conhecimentos dos jovens em matérias tão relevantes para a sua vida futura como a poupança, o crédito e os meios de pagamento.

Estes programas arrancam ainda no ano letivo presente e prolongam-se, em maior escala, no próximo. Serão os voluntários dos dez bancos que integram o Grupo de Trabalho de Educação Financeira da APB a realizar as ações, em parceria com a JA Portugal.

O trabalho a desenvolver junto das escolas será feito em diferentes formatos, com objetivo de informar mas também de permitir que os alunos reflitam de facto e compreendam estes temas aparentemente complexos mas indispensáveis no dia-a-dia destes futuros adultos.

O segmento das crianças e jovens é prioritário para o sector bancário, posto em prática quer de forma conjunta via APB, quer diretamente pelos bancos associados. No caso da APB, este acordo de colaboração permitirá que a associação possa desenvolver um programa continuado no tempo, assente numa estratégia que se quer de longo prazo e não apenas pontual.

A European Money Week – iniciativa de sensibilização para a literacia financeira da banca europeia – serviu, na semana passada, de ‘tiro de partida’ para esta parceria. 

Em representação dos associados da APB, os quatro maiores bancos do sector bancário nacional – CGD, BCP, Novo Banco e Santander Totta – receberam 20 alunos de vários estabelecimentos de ensino diferentes, divididos em grupos de cinco elementos, que puderam conhecer os bastidores destas instituições em visitas em parte conduzidas pelos próprios presidentes executivos. O objetivo foi o de sensibilizar para a importância da literacia financeira, através da interação com os responsáveis dos bancos, do esclarecimento de dúvidas e curiosidades dos alunos e da possibilidade de perceberem melhor como funciona a banca e qual o papel que esta ocupa na economia.

A parceria agora celebrada assenta na convicção de que o know-how do sector, conjugado com a experiência da Junior Achievement (JA) no trabalho com as escolas, permitirá um trabalho com efeitos concretos e positivos.

A JA, organização sem fins lucrativos com presença em 122 países, está em Portugal desde 2005 tendo já envolvido mais de 250 mil alunos em atividades nas áreas da literacia financeira mas também de cidadania e ética, desenvolvimento de carreiras e empreendedorismo.